logotipo tvi24

Síria: ativistas denunciam fortes bombardeamentos

Várias cidades, incluindo Homs e Aleppo estão debaixo de fogo desde a madrugada

Por: Redacção / PO    |   2012-04-15 11:06



No dia da chegada da missão de observadores da ONU à Síria, a cidade de Homs encontra-se debaixo de um intenso ataque das forças sírias, segundo denuncia a oposição ao regime.

Há denúncia de rockets lançados de dez em dez minutos no bairro de Bayada, mas também noutros bairros da cidade, como Jalidiya, Hamidiya, Qusur e Huf.

Nas imagens do vídeo que circula no Youtube, um ativista filmava os bombardeamentos em Homs quando foi atingido.

Apesar do cessar-fogo desde quinta-feira, além de Homs, as cidades Aleppo e Idleb também estão debaixo de fogo a, escrevem as agências noticiosas internacionais.

Um residente de Aleppo disse à agência Reuters que uma esquadra da polícia foi atacada. «No início desta manhã, avistamos um helicóptero e um avião a sobrevoar a baixa altitude. Dez minutos depois havia um forte bombardeamento», disse à Reuters Walid al-Fares, ativista residente em Khalidiya.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou neste sábado por unanimidade o envio de uma equipa avançada de até 30 observadores para a Síria, que terá como missão avaliar o cumprimento do cessar-fogo entre o regime de Damasco e os rebeldes.

Partilhar
EM BAIXO: Síria
Síria

Milhares no último adeus a García Márquez
Com flores e música
Novo retrato real: esta Isabel II é para turista ver
Campanha de marketing do Governo britânico para promover o Reino Unido
Incêndio gigante envolve Leeds em nuvem de fumo
Começou de madrugada, numa fábrica de químicos
EM MANCHETE
Queda de muro em Braga mata três universitários
Estudantes eram todos caloiros. «Guerra de cursos» terá estado na origem do acidente
Execução orçamental: défice cai, mas despesa aumenta
Passos quer «fazer a função pública respirar»