Guiné: jornalista António Aly Silva foi detido

Corre a notícia de que o jornalista foi espancado e levado para parte incerta

Por: Redação / Manuela Micael    |   13 de Abril de 2012 às 16:46
O jornalista António Aly Silva foi detido esta sexta-feira de manhã. Corre em Bissau a notícia de que Aly Silva terá sido espancado e levado para parte incerta.

A notícia já foi confirmada à agência Lusa por fontes que assistiram à detenção.

Esta sexta-feira, às 10:27 locais (mais uma hora em Lisboa), o jornalista tinha escrito no seu blog «Ditadura do Consenso», que o «General António Indjai, CEMGFA, está no comando das operações» do golpe militar. Entretanto, o jornalista deixou de escrever no blog e começaram a correr boatos da sua detenção.

O blog «Guiné-Bissau Docs»difundiu, já esta tarde a informação de que António Aly Silva foi detido às 11:10 (12:10 em Lisboa), depois de uma «frenética» perseguição, «a alta velocidade», movida pelos militares. O jornalista terá sido intercetado perto do restaurante Padeira, retirado do carro e «espancado duramente», antes de ser levado para parte incerta.

O jornalista Nuno Andrade Ferreira, da Rádio Morabeza, em Cabo Verde, contou à TVI24 que entrevistaram António Aly Silva durante a manhã. Depois de saberem dos boatos da sua detenção, tentaram falar com ele, através do telemóvel. «Quem nos atendeu foi outro sujeito, que se tentou passar por ele. Depois disso voltámos a tentar, mas já não nos atenderam, sequer», relatou.

A mesma informação que dá conta da detenção de António Aly Silva foi também avançada à TVI24 por mais duas fontes não oficiais em Bissau.

OUÇA A ÚLTIMA ENTREVISTA DE ANTÓNIO ALY SILVA (À RÁDIO MORABEZA, DE CABO VERDE) ANTES DE SER DETIDO

Partilhar
FOTOGALERIA:
Golpe de Estado na Guiné-Bissau

António Aly Silva EM CIMA: António Aly Silva
COMENTÁRIOS

PUB
PM escocês demite-se após derrota no referendo

Alex Salmond deixa o Partido Nacionalista Escocês e também abandonará o cargo de primeiro-ministro