Catorze pessoas morreram e mais e três milhões ficaram sem eletricidade na costa leste dos EUA, devido à passagem de tempestades tropicais, que provocaram elevados prejuízos.

Os dois dias de intempérie deixaram sem luz muita gente em vários estados, de forma especial na Virgínia, Virgínia Ocidental, Maryland e Washington DC, numa altura em que os sistemas de ar condicionado são fundamentais para atenuar temperaturas que ronda os 40 graus.

Com uma onda de calor em curso, as equipas de manutenção das redes elétricas trabalham o mais depressa possível para restabelecer a normalidade.

A prioridade para já é manter em funcionamento os sistemas de distribuição de água, de forma a assegurar o fornecimento de água potável.

Maior parte das vítimas foram atingidas pela queda de árvores.