logotipo tvi24

Secretas: Silva Carvalho arguido por difamação

Notícia TVI: Jorge Silva Carvalho foi constituído arguido em caso de difamação e devassa da vida privada

Por: Redacção / António Ferrarri    |   2013-02-08 13:40

Jorge Silva Carvalho, ex-diretor dos Serviços de Informações Estratégicas da Defesa e ex-administrador do grupo Ongoing foi constituído arguido, desta vez, no âmbito de um processo interposto por Francisco Pinto Balsemão.

Esta é uma notícia TVI. O ex-primeiro-ministro e fundador do PSD avançou com uma queixa-crime contra Silva Carvalho por difamação e devassa da vida privada por meios informáticos, por alegadamente Silva Carvalho ter encomendado um relatório sobre a vida privada de Pinto Balsemão já depois de ter saído do SIED, e enquanto trabalhava para a Ongoing. Este grupo económico é liderado por Nuno Vasconcelos e um dos principais accionistas do Grupo Impresa, que por sua vez é presidido por Pinto Balsemão, com quem Vasconcelos mantém um conflito público.

Este relatório dá conta de quem são os amigos, os aliados e os inimigos de Francisco Pinto Balsemão. Contém ainda vários pormenores da sua rotina e vida privada.
O documento foi elaborado pela empresa Sete Estrelas, propriedade de Mateus Cavaco Silva, alvo também desta queixa crime, mas que até ao momento não foi constituído arguido .

Para além de Silva Carvalho, também João Alfaro e Paulo Félix foram constituídos arguidos.

A estratégia passaria também por veicular mensagens difamatórias através da rede social Twitter, que eram depois reenviadas com o intuito de chegar a um maoir número de destinatários.

O relatório sobre a vida de Pinto Balsemão faz parte do processo-crime conhecido como o caso das secretas.

A acusação considera que o documento ajuda a perceber
como funcionava o triângulo entre os serviços secretos, Jorge Silva Carvalho e o grupo Ongoing.

Nesse processo, o Ministério Público acusa Silva Carvalho e Nuno Vasconcelos, Presidente da Ongoing, de violação do segredo de estado, corrupção, abuso de poder e acesso ilegítimo agravado.

Partilhar
EM BAIXO: Jorge Silva Carvalho
Jorge Silva Carvalho

25 de Abril, 40 anos depois centenas voltam à rua
Manifestação convocada nas redes sociais
Portugal, o melhor país do mundo para visitar (outra vez)
Leitores da conceituada revista Condé Nast Traveler escolheram Portugual pelo segundo ano consecutivo
Huffington Post com blogue dedicado aos 40 anos de democracia em Portugal
Escrito pelo académico português André Corrêa d`Almeida
EM MANCHETE
25 de Abril: há 40 anos foi assim
O «dia inteiro e limpo» em sons e imagens: veja aqui a cronologia das primeiras horas da revolução
Fenprof leva vinculação docente ao Constitucional
Miró: Ministério Público trava saída de quadros