logotipo tvi24

Cancro: portugueses procuram cura inovadora na Alemanha

Em Colónia, duas clínicas já receberam centenas de doentes portugueses que decidiram apostar nas vacinas dendítricas. São inovadoras, mas caras

Por: tvi24 / Inês Pereira    |   2013-02-22 15:28

Desde Janeiro que é assim. A Internet encurta a distância entre Portugal e a Alemanha. Paulo tem 32 anos e um cancro no estômago. Foi-lhe diagnosticado em Abril do ano passado. Fez várias sessões de quimioterapia, procurou vários médicos.

Não cruzou os braços e decidiu optar por um tratamento não convencional. Numa clínica em Colónia, faz sessões com vacinas de células dendítricas. Um processo que consiste em retirar sangue do doente e dias depois voltar a injetar na zona afetada pelo tumor.

Luís Bretes, oncologista há mais de duas décadas, já enviou quatro doentes para Colónia. Casos que os métodos convencionais já não conseguiam resolver.

Esta descoberta venceu o Nobel da medicina em 2011. Só é praticada em duas clínicas na Alemanha e não tem ainda toda a aceitação na comunidade médica.

Para já, os custos elevados são o principal obstáculo dos doentes. Paulo precisa de 50 mil euros. Família, amigos e uma campanha nas redes sociais já estão a dar frutos.

Partilhar
Mais sobre este tema
EM BAIXO: Cancro: doentes procuram cura inovadora na Alemanha
Cancro: doentes procuram cura inovadora na Alemanha

Metro de Lisboa encerra linha por «motivos de segurança»
Circulação interrompida na Linha Azul do Metro de Lisboa
Despiste causa um morto e três feridos em Vila de Rei
Helicóptero do INEM teve de se deslocar em socorro ao local
Nove em cada dez jovens condutores fiscalizados sem álcool
A ação de fiscalização decorreu no âmbito de uma operação conjunta da GNR e da Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas
EM MANCHETE
Benfica celebra vitória do campeonato
Lima marcou 2 golos (58' e 61') no jogo com o Olhanense. Milhares de adeptos festejam
Operação Páscoa sem mortos no terceiro dia
Proteção Civil alerta para chuva e vento fortes