Mulher tinha feto há 40 anos na barriga

Mulher de 82 anos tinha um litopédio no abdómen, um caso médico raro

Por: Redação / EC    |   15 de Dezembro de 2013 às 22:24
Médicos colombianos, de um hospital de Bogotá, descobriram um feto petrificado com 40 anos dentro de uma mulher de 82, publicou a NTD esta quinta-feira.

O litopédio, ou bebé «pedra», é um fenómeno extremamente raro, com apenas cerca de 300 antecedentes documentados, em que o feto se desenvolve fora do útero.

«Isto acontece porque o feto não se desenvolve no útero. Neste caso, a parte abdominal da mulher não era um viável [para o desenvolvimento] e aconteceu isto, um feto calcificado, porque o corpo começa a gerar mecanismos de defesa e vai calcificando [o feto] até este estar enclausurado», explicou o dr. Kemer Ramiraz à NTD.

A octogenária tinha ido ao médico para tratar uma diarreia, mas o médico que a atendeu resolveu pedir um exame por desconfiar de cálculos biliares, uma obstrução na vesícula.

A radiografia ao abdómen revelou o problema, um bebé com 40 anos, completamente petrificado.

«Foi feito um ultrassom [para procurar os cálculos biliares] mas os resultados voltaram negativos. Então fizemos uma radiografia que localizou um tumor no abdómen, que se revelou como um feto», disse Ramirez.

A gravidez abdominal acontece uma vez em cada 11 mil, das quais apenas 1,5% se transformam em litopédios.

A mulher foi transferida para um outro hospital para proceder à remoção do feto.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Litopédio descoberto na Colômbia (Reprodução / Youtube / NTDTV)
Litopédio descoberto na Colômbia (Reprodução / Youtube / NTDTV)

COMENTÁRIOS

PUB
BCP deverá chumbar nos testes de stress

O banco BCP, liderado por Nuno Amado, vai chumbar nos testes de stress, realizados pelo BCE e pela Autoridade Bancária Europeia, sabe a TVI. Para além do BCP, são analisados em Portugal o BPI e a CGD, uma vez que os testes ao Novo Banco foram adiados e ainda não têm data de divulgação